“Eu só acredito no que vejo!” - Já ouviu alguém dizer isto?

Não será ingénuo pensar que, tudo o que não vemos, simplesmente não existe? Então e tudo o que vemos, - da mais pequena partícula à grandeza astronómica do Universo - será tudo isto obra do acaso? Mera coincidência?

A Bíblia revela-nos que, desde a criação do mundo, o Deus invisível mostrou claramente o seu poder eterno e a sua divindade nas suas obras, isto é, no Universo que criou. (Romanos 1:20). Segundo a Bíblia, não é coincidência que este Mundo exista e que nele habite o Homem. Foi Deus que nos criou. Ele ama-nos e o seu maior desejo é ter um relacionamento connosco. Mas como?