bild 01

Paz, justiça, harmonia... é isto que todos nós desejamos.
Mas a realidade é muitas vezes diferente, como nos revela a História. O progresso, a prosperidade e as alianças políticas não têm conseguido trazer a paz nem evitar que sangue seja derramado. Nem a religião está inocente neste assunto. Será que uma religião mundial pode trazer-nos a paz?

Cada pessoa cresce na sua cultura e desde cedo familiariza-se com a sua própria religião. Muitas coisas são aprendidas e memorizadas no crescimento, mas há muitas questões sinceras que ficam sem respostas. A dado momento, por vezes da pior maneira, estas questões voltam a vir à superfície. As nossas necessidades vão além da conquista pessoal e do bem-estar. Nós precisamos de paz interior, verdadeira e profunda.

Como é possível que nos torturemos em rituais religiosos? Será necessário colocar a «razão» de lado? Para muitas pessoas, a religião não é mais do que cumprir determinados rituais. Não existirá um sentido mais profundo a encontrar em tudo isto?